sexta-feira, 10 de outubro de 2014

1 mês na terra da rainha

Postado por Jennifer Da Silva às 18:51

Hello everybody,

já fazem trinta e um dias que eu estou do outro lado do oceano, dá pra acreditar?! Pois eu não acredito ainda. Passou relativamente rápido. No dia 10 de setembro, as 14h, depois de um dos momentos mais tristes e dolorosos da minha vida, lá estava eu entrando em um avião. Depois disso, vieram mais nove horas de espera no aeroporto gigantesco de Garulhos com pessoas adoráveis que tornaram esse momento difícil um pouco mais suportável. E então, com alguns minutos de atraso, as 00:10 do dia 11 de setembro, eu estava partindo rumo ao inesperado.



Depois de muitas horas vendo alguns episódios de f.r.i.e.n.d.s., vendo monstros s.a., jogando, dormindo, depois da janta e do café da manhã, pousávamos em Londres. L-O-N-D-R-E-S. Cheguei por volta das 15h naquele aeroporto gigantesco que é o Heathrow. Passei pela imigração sem grandes problemas. Pegamos nossas malas, compramos um chip pro celular e fomos para a nossa primeira aventura: chegar até o nosso hotel. Compramos o Oyster Card para poder andar pelo metro, e fomos em direção a estação que seria mais perto. Só que não. Só que não mesmo. Após sair da estação, tivemos uma exaustiva caminhada de mais de meia hora carregando nossas malas. Imagina, andar uns bons quilômetros carregando uns 40kg. Fiquei totalmente acabada. Depois de um bom banho num chuveiro maluco que ficava trocando de temperatura o tempo todo, veio o descanso.


No dia seguinte, foi dia de explorar Londres e suas belezas. Gente, que cidade linda. Tudo, absolutamente tudo é lindo. Cada lugar que se olha parece surreal. O sistema de metro é maravilhoso e foi ele que nos levou a todos os lugares. Após ir ao banco do brasil de Londres, fomos em busca da Tower Bridge e acabamos na London Bridge. (kkk) O que não era problema nenhum, porque as duas ficam quase lado a lado. Depois de almoçar, fomos em busca do tal relógio que quase nem é importante, não é mesmo?! Ao sair da estação de Westminster, dou de cara com uma construção belíssima, pensando "Que igreja bonita!", e tirei foto. E então eu olhei pra cima e percebi que não fava vendo uma igreja e sim, o tal. "Ah, o Big Bang." Foi bem assim mesmo. Ele é menor do que eu imaginava, mas mesmo assim é de tirar o fôlego. Após atravessar  vários turistas, vi a London Eye apenas a distância.  Fica pra outra andar nela,  afinal, agora ela to pertinho dela. Após isso, veio a Trafalgar Square, Oxford Street (incluindo a linda loja da Apple), e claro como grande fã de Harry Potter, não podia faltar a plataforma 9 3/4. 




 No outro dia de manhã, após mais uma longa (mas não tão longa quanto a outra mas dessa vez tinha escadas, e umas inglesas muito gentis nos ajudaram) caminhada com as malas, voltamos para o aeroporto onde encontraríamos o pessoal da universidade. Lá encontramos alguns brasileiros e estudantes de outras nacionalidades que iriam pra mesma uni que eu. Depois de mais ou menos duas horas de ônibus, chegávamos no que seria novo lar pelo próximo ano. Cheguei, peguei a chave do meu quarto e segui pro flat. No começo fava tão vazio e frio, mas não demorou até eu espalhar minha bagunça por ele. A cozinha é bem grande e linda, com janelas enormes e uma boa vista. E agora, eu mudo a minha frase: O reino unido inteiro é lindo, não só Londres. A cidade é pequena, mas é o suficiente. Aqui tudo é perto demais pra se usar algum transporte público, mas longe demais pra ir a pé, mas tem que ser assim mesmo. Por isso, os primeiros dias foram bem cansativos. Mas já deu pra se acostumar. Quanto ao clima, nos primeiros vinte e poucos dias deu sol, mas aqui venta bastante. E o vento é frio, mas é aguentável. Depois desses dias, choveu algumas vezes. Aquela chuva chata, que não é forte o suficiente pra usar guarda-chuva, mas molha mesmo assim. E então veio os dias de sol e chuva, chuva e sol, tudo ao mesmo. Mudando a cada minuto. uma loucura. Nos últimos dias, tenho ido pra aulas com temperatura de 7, 8, 9ºC. Eu só penso que se no outono é assim, imagina no inverno.




 E como todo o resto, a universidade também é linda. Na primeira semana, tivemos a semana de boas-vindas aos estudantes internacionais, com várias palestras e eventos. Até então, a cidade tava vazia. Na segunda semana, os britânicos apareceram em peso na cidade. E ai, foi a enrolment week, onde teve várias palestras sobre o curso em si. E então, na terceira semana começou as aulas. O próximo post será falando tudo sobre isso. Sobre como os horários de aula são loucos, as matérias fascinantes e as práticas interessante. Só sei que eu to curtindo bastante as aulas.

Basicamente, esse foi meu primeiro mês em terras britânicas. Abaixo tem uma foto da minha primeira refeição em Leicester. No começo assim, agora já até cozinhei feijão.


Tava péssimo. Saudades Cup Noodles. (Mas aqui tem miojo, miojo brasileiro mesmo de galinha caipira que eu adoro.) Saudades Nescau, aqui não tem um achocolatado decente. Saudades Fanny e principalmente, saudades do meu amorzinho. <3

See ya!

0 comentários:

Postar um comentário

 

From Leicester With Love Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos